tipos-jejum

Todos podem fazer jejum, inclusive quem não tem a saúde tão boa, basta compreender os tipos de jejum que podem ser feitos.

Jejum da Igreja

Quem pode?
Qualquer pessoa pode fazer, mesmo os doentes, porque água e remédios não quebram o jejum.
Refeições
Café da manhã e mais uma refeição (almoço ou jantar) sem exageros. A refeição que não será feita deve ser substituída por um lanche simples.

Não comer qualquer coisa destas refeições, como doces, balas, chocolates, biscoitos, refrigerantes. Salvo em caso de enfermidade.

Encerrar o às 18h. Não comer pão e beber água ao mesmo tempo. Eles, juntos, fermentam o estômago e provocam dor de cabeça.

Jejum a pão e água

Quem pode?
Pessoas que não tenham nenhuma restrição quanto à saúde.
Refeições
Café da manhã (andas das 9h). Pão e água no restante do dia, quando sentir fome ou sede. Dica: comer pão sírio ou pão integral, pois são mais substanciosos. Sem exageros.

IMPORTANTE: Oferecer a Deus, rezar, participar dos sacramentos e não murmurar. Sem isso, o jejum não faz sentido. Para a prática do jejum, deve-se ter entre 18 e 59 anos.
Não passar fome e cuidado para não sentir mal-estar nem dor de cabeça.

Jejum à base de líquidos

Quem pode?
Pessoas que não tenham nenhuma restrição quanto a saúde e que já tenham jejuado anteriormente.
Refeições
Café da manhã (antes das 9h).
No restante do dia:
– Chá quente para aquecer o estômago com açúcar ou mel;
– Laranjada, limonada, sucos de frutas e legumes como cenoura, beterraba e verduras. Isso deixa o corpo leve para a oração;
– Água de coco ou soro caseiro: importante para a hidratação;
– Caldos: são quentes e contém sal. Precisam ser totalmente líquidos.

ATENÇÃO: se não puder usar açúcar ou mel, use adoçante ou tome sem açúcar nenhum.

Jejum completo

Quem pode?
Pessoas que não tenham nenhuma restrição quanto a saúde e que já tenham jejuado anteriormente.
Refeições
Café da manhã. Depois, apenas água.
Encerrar às 16h.

Seja comedido e aja com sabedoria. Você não tem de provar nada a ninguém, nem aos outros, nem ao Senhor.

Fonte: Canção Nova